quinta-feira, setembro 28, 2006

Tu e a Natureza


Os teus olhos são como o luar,
Os teus lábios delicados como a romã
Eles parecem uma flor a desabrochar,
Tão belos como o orvalho da manhã.

As tuas mãos são uma noite de Verão
O teu corpo é uma árvore elegante
Que enche o meu grande coração
E que só de olhar me deixa ofegante.

Quero ver o teu luar bem de perto,
E á tua árvore eu quero subir;
Pois eu tenho o meu coração aberto
E o orvalho da manhã contigo descobrir.

É o amor por ti que me faz correr,
E comparar-te com toda a natureza.
Quando vires água, não está a chover
É o meu coração a derramar tristeza.

5 comentários:

...Pedaços de Mim.. disse...

olá,espero que esteijas bem.eu vou indo..vim-me despedir de ti e de tdos os que me teem visitado.Vou deixar de escrever poesia,falar da minha pessoa"pedaços de mim"..e não pares de escrever nunca!.Aguardo os vossos comentários e assim me despeço com um"pedaço"de ternura para ti.(luis).

...Pedaços de Mim.. disse...

olá.sinto um aperto cá dentro do meu peito.decidi afastar-me por um tempo...assim que estiver melhor volto!.Obrigado pelas tuas palavras.os melhores cumprimentos do luis.

Anónimo disse...

Olá, encontrei o teu blog através dum blog dum amigo meu. Desculpa a intromissão mas acho fantástico o que escreves. Tens um dom e uma maneira especial de expressar e pincelar sentimentos. =)
Espero que continues a escrever.

Ana disse...

Obriga Luís pela tua visita. Nunca deixes de escreves, e espero que voltes rápido...

Ana disse...

Obrigada, Sherazade. Ainda bem que gostaste, e não peças desculpas, não foste intrometida.
Um abraço